O adorável pet Samoieda

As civilizações errantes usaram essa raça há mais ou menos 5.000 anos, na Sibéria, apesar de existir outras explicações sobre a origem da raça Samoiedo. Este cachorro só podia ser visto entre essas tribos, daí onde seu título foi originado. Estes povos usavam esses cães para tracionar trenós, caçar e para o trabalho no campo.
Os primeiros cachorros da raça Samoiedo aportaram na Inglaterra entre os anos de 1870 e 1909, mas nem todos eram pedigrees. Diz-se que a Monarca Alexandra adorou tanto da espécie que fez o possível para tentar promover a espécie no seu território. A realidade é que ainda podem ser vistos descendentes dos cães da rainha nos pedigrees atuais.
Os cachorros Samoiedos conquistaram a América no ano de 1906, um exemplar foi oferecido como presente do Grão-Duque russo Nicolau. A começar da Segunda Grande Guerra a notoriedade deste cão vem aumentando todo dia por causa do seu comportamento dócil, sua linda fisionomia e suas condutas como um cão de puxar trenós.

adoravel pet samoieda
Características Físicas do Samoiedo

Essa é uma espécie que se assemelha muito a um brinquedo de pelúcia, seu corpo é muito musculoso com uma estrutura muscular bastante desenvolvida, seus membros são arredondados e achatados com um envoltório peludo bem espesso, a cabeça tem formato de cunha com os olhos afundados, orelhas de tamanho médio bem distanciadas umas das outras em uma posição perpendicular e o focinho é de tamanho médio com uma tonalidade escurecida.
A cauda é demasiadamente bela, trazendo uma pelagem espessa e um formato anovelado por cima do dorso e inclinando para um dos lados. Sua fisionomia chega a ser engraçada: quando olhamos para o Samoiedo, parece que ele se encontra constantemente rindo!
Seu pelo é comprido, macio, liso e levemente volumoso. A coloração mais habitual é o branco puro, embora podem ser observados nas várias tonalidades de branco palha, amarelo, branco e amarelado, branco e preto e branco e marrom.

Temperamento do Samoiedo

Esta espécie é bastante extrovertida, fazendo o possível para deixar as pessoas de fora e seus familiares constantemente contentes! Ele possui o hábito de acompanhar o proprietário para todo o lado, e irá desejar inclusive dormir ao lado. O Samoiedo é um ótimo cachorro para acompanhamento, em especial para criançinhas e os mais velhos já que é muito brincalhão e afetuoso.
Apesar de amável, é fundamental que o Samoiedo faça exercícios frequentes pois é um cão acostumado com o trabalho pesado. Não é aconselhável conservá-lo preso em correntes ou dentro de casas ou apartamentos. Se estressados, eles podem vir a ser bem destrutivos, mais barulhentos, mordedores de móveis e que vão escavar para todos os lados que conseguir.
Pela essenciabilidade de deixar o seu proprietário mais alegre, eles poderão ser treinados, entretanto não imagine que será simples: eles são muito rebeldes.
Essa espécie tende a ser dominante e são capazes de não se dar bem com outros cães de estimação!

Vantagens em se ter um Samoiedo

Essa espécie é bem dócil, frágil, carinhosa e muito sagaz! O Samoiedo dispõe de um encanto admirável, encantando todas as pessoas a sua volta.
Por sua ternura e amorosidade, o Samoiedo não vai desejar estar longe de seu dono por bastante tempo, o que faz com que essa raça bastante admirada por qualquer um.
Como essa raça pode conviver bem com visitantes e convidados, você não terá que ficar se preocupando em prendê-lo! Seu dono vai ficar satisfeito com a forma como o Samoiedo se relaciona com seus colegas e hóspedes.
Esta raça se conserva bem limpa por vários dias, ainda que sejam cães fundamentalmente esbranquiçados e muito peludos. Por não deterem glândulas subcutâneas, esta raça não tem um cheiro forte, que é característico nas demais espécies de cachorro. Ou seja, a economia com a limpeza do cachorro será bastante alta!

Pontos fracos do Samoiedo

As práticas físicas necessitam de ser todos os dias, por sua origem, o Samoiedo não aguenta conservar-se muito tempo parado, caso isto ocorra, a ansiedade e o nervosismo podem atacá-lo.
Se você desejar um cão para ser um cachorro protetor, nem cogite em adquirir um Samoiedo.
Eles são travessos, entretanto, em determinadas ocasiões, passam da conta, deixando o seu dono de cabelo em pé, já que eles são bem destrutivos em diversas situações.
O Samoiedo é um cachorro bem dominante, não é adequado ter outros animais domésticos junto do Samoiedo, especialmente gatos! Entretanto, se amestrado desde novo, vai ser capaz de ter um Samoiedo mais flexível com os demais cães.
Esse cão provém de terras nórdicas de temperaturas geladas e, mesmo se ajustando ao clima tropical, não é aconselhado submetê-los a condições demasiadamente altas.
Essa espécie troca seu pelo com muita frequência, logo é bastante comum perceber sua pelagem ao longo da casa.
Determinados problemas de saúde são comuns a raça – olhos com cor estranha, orelhas declinadas, constituição óssea desequilibrada, jarretes de vaca acentuados, ondulação na pelagem, qualidades sexuais não determinadas, displasia coxofemoral, ensurdecimento, naniquismo e atrofia contínua de retina.

Como cuidar de um Samoiedo

O Samoiedo é um cão que possui bastante energia e necessita de despendê-la de alguma maneira, se você visa comprar um cão dessa raça, esteja capacitado para passeios diários e muitas brincadeiras! Caso você deseja um cão mais disciplinado, domestique-o desde filhote.
E caso você tenha outros animais de estimação, o ensino do Samoiedo é necessário: sem ele você vai ter um cão muito retraído, principalmente com outros cães.
O Samoiedo é um cão bastante teimoso e desobediente, o que o faz bem complicado de pôr limites: ele vai querer ficar dentro do lar e você irá se desgastar para conseguir ensiná-lo, portanto o adestramento tem que ser feito o quanto antes! Outra coisa importante é escovar a pelagem do cão de duas a três vezes por semana para evitar que pelos fiquem dispersos por toda casa.
Esta raça é exageradamente inteligente e necessita de demasiado carinho do proprietário, esteja capacitado para dar muita atenção e amor a ele.

Filhotes de Samoiedo

Estes cachorrinhos são muito carentes, sempre pretendendo mamar e dormir bastante, sem contar que eles são iguais a umas “bolinhas peludas”! Porém eles se desenvolvem bastante depressa e por volta da 5° e décima semana de existência já se tornam exímios “exploradores” do ambiente onde habitam. É neste momento que o tratador deve começar a treiná-lo a fim de que as ordens se tornem mais normais para o cachorro. Nessa fase ele está mais animado, dado que é o período em que ele se afiniza com a espécie que pertence e entra em uma etapa de sociabilização com o ser humano. O treinamento deve ser mais aprofundado depois dos três meses, porque nessa fase o Samoiedo fica mais “autoritário”, logo sendo mais difícil instruí-lo. Passados um ano, o cão já toma uma conduta mais madura e expande a capacidade de aprendizado, o criador deve reforçar o condicionamento nessa fase uma vez que eles tornam-se mais hostis.
Um filhote adequado precisa ser brincalhão e muito animado. Todos os cães desta raça têm um “sorriso” no seu rosto, com o lábio preto e olhos amendôados. Se a orelha do seu filhote não se levanta, fique tranquilo: ela só se eleva após os três meses de vida. O rabo deita sobre o dorso após os 2 meses.

Curiosidades a respeito do Samoiedo

O Samoiedo é visto como o cão nórdico mais disciplinado já visto, porém ele dispõe de um estranho hábito de ficar sempre buscando alguma coisa, principalmente nos buracos que ele cava quando está entediado.
Na primeira chegada da espécie para a Inglaterra, nem todos eram genuínos pedigrees nem de cor branca, muitos eram da cor de canela e ligeiramente menor que a raça original. A procedência de alguns animais vieram das tribos errantes.
O primeiro clube especializado na espécie se originou no período de 1920, e funciona até hoje; e, oficialmente, as primeiras importações suscederam-se no ano de 1893.
Nos períodos de nevascas, os Samoiedos são capazes de proteger o seu focinho com a própria cauda.
Eles têm uma curva em seus lábios, que proporciona uma impressão de sempre estarem “sorrindo”.

Ricardo Ferraz

View all posts

Adicione Comentários

All Topics